Saúde da mulher

Quem usa mais emojis faz mais sexo, aponta pesquisa

Dois estudos feitos nos Estados Unidos apontaram que o uso dos emojis ajuda a estreitar relações e, assim, levar a um encontro sexual. Saiba mais!

Crédito: Pexels

Você é uma daquelas pessoas que não sabem conversar no WhatsApp sem mandar emojis? Se a resposta for sim, temos uma boa notícia. Segundo duas pesquisas feitas por cientistas do The Kinsey Institute e Lake Forest College, ambos dos Estados Unidos, quem usa mais esta ferramenta tem mais probabilidade de ter encontros sexuais.

Os estudos concluíram que o uso das carinhas promove a chance de estabelecer um contato mais íntimo entre as pessoas. Com isso, cria-se um vínculo para que haja química para o sexo.

Para chegarem a esta conclusão, os pesquisadores fizeram um levantamento com 5.327 solteiros com idade entre 18 e 94 anos. O outro estudo foi feito através de um questionário online com 275 adultos de 18 a 71 anos. Ambos foram feitos com públicos de diversas etnias e orientações sexuais, mas com uma maioria de brancos e héteros.

Resultados dos emojis

A primeira pesquisa apontou que 67% das pessoas nunca ou quase nunca usavam os emojis com potenciais parceiros e 33,5% usavam a ferramenta com certa frequência. A partir daí, o segundo grupo mostrou ter mais sucesso ao convencer parceiros a ir a um primeiro encontro, além de ter uma vida sexual mais ativa no ano anterior às respostas.

Os resultados do questionário online também seguiram a mesma linha da conclusão do primeiro estudo. Nele, 97% dos entrevistados mostraram maior propensão a usar emojis. Novamente, este público mostrou maiores taxas de sucesso para um segundo encontro, levando a uma maior probabilidade de encontros sexuais.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Leia mais

Quem fuma maconha faz mais sexo, indica estudo
Mulheres que transam mais têm a vagina mais larga?

Os pesquisadores afirmam que a relação entre as carinhas e as conversas é o estreitamento da comunicação nas redes sociais, que gera uma maior afeição. No entanto, os estudos também consideraram que o uso de emojis pode indicar apenas um comportamento comum de pessoas que já conversam de forma afetuosa.

Isso leva a concluir, então, que a ferramenta não é necessariamente a causa para o sucesso na relação. Na realidade, esta seria apenas uma das peças que levam a isso quando se trata de conversas em redes sociais.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel