ISTOÉ Gente

“Quem pede água é o marido”, diz irmã de Chiquinho Scarpa em curso de ‘boas maneiras’

Crédito: Reprodução/Instagram

Fátima Scarpa, irmã de Chiquinho Scarpa, e Carol Celico, ex-mulher de Kaká, estão promovendo um workshop de ‘Boas Maneiras’. Em três aulas, separadas em “café da manhã”, “almoço” e “jantar”, as socialites explicam como as pessoas, especialmente as mulheres, devem se comportar em eventos sociais.

Segundo Fátima, a mulher não pode pedir água ao garçom caso o seu marido esteja na mesa. “Nunca peça a água diretamente ao garçom. Quem tem de fazer isso é o marido. E outra: a conta é do homem. Vou continuar insistindo nisso. Se tem homem na mesa, pelo amor de Deus, gente, a obrigação de pagar é dele!”, pontuou a socialite em entrevista ao jornalista Paulo Sampaio, do TAB.


Para a primeira refeição do dia, as duas concordam que menos é mais. Sendo suficiente apenas: “uma fruta, ou suco, leite, café, pão francês, croissant, cerais, manteiga, geleia, requeijão, queijo branco, ovo pochê ou cozido”.

Ambas também se preocuparam com a pandemia e, por isso, não usam mais guardanapo de pano, ao menos que seja uma refeição formal. “No caso do almoço informal, é aceito. Eu sei que muita gente vai me criticar, porque antes não podia de jeito nenhum. Mas hoje, no momento que a gente vive [pandemia], eu uso no dia a dia o de papel, porque muita gente pega no de pano antes de chegar à mesa”, conta Fátima.

Carol também falou sobre uma dica que sempre reforça com os filhos: não apontar enquanto estiver na mesa. “Nunca se aponta na mesa, não é Fafá? Eu sempre digo isso ao Luca e a Isabella… Nós, italianos, falamos muito com as mãos… Quer dizer, nós não, a gente vê as pessoas falando hahaha.”

Instagram will load in the frontend.
Instagram will load in the frontend.