ISTOÉ Gente

“Quase perdemos a nossa filha”, relembra Juliana Didone sobre parto difícil

Crédito: Reprodução/Instagram

Juliana Didone se emocionou ao relembrar o parto da filha, Liz, que atualmente tem dois anos. A atriz contou que queria um parto normal, mas acabou passando por momentos bem difíceis.

“Todo parto marca a mulher, mas, para mim, marcou negativamente. E isso gerou uma frustração absurda. Eu tinha me dedicado muito a esse parto. Tinha doula, enfermeira, banheira de plástico no meio da sala. Tinha tudo. E aí eu comecei a entrar em trabalho de parto. As dores começaram a se intensificar. Isso durou uma madrugada inteira. Então, a enfermeira chegou e me tocou. Quando ela falou que eu estava com dois centímetros de dilatação, falei: ‘Não’. Vinte e quatro horas depois que começou esse trabalho de parto, eu fui para o hospital. Ela me tocou de novo, tinha seis de dilatação. Falei: ‘Não é possível’,” relembrou Juliana durante o programa ‘Boas-vindas’, do GNT.

“A cada vez que vinha a contração, eu usava uma força descomunal, e isso se repetiu por muitas vezes. E aí a gente estava na segunda madrugada de trabalho de parto. Lá pelas tantas eu ouvi: ‘Não desiste, você vai desistir?’. Mas, ao mesmo tempo que eu já sentia o instinto materno falando “esquece, plano B, esquece”, tinha aquelas pessoas falando ‘não, não, não’. Então, a gente tentou Kiwi, um procedimento que hoje nem se usa. Você fala com pediatras e eles acham loucura. É tipo um vácuo, que puxa. E eu ali, com minha equipe, sendo motivada de novo a não desistir. ‘Vai, tá quase, tá quase’. Chegou o amanhecer, 6h da manhã. Eu já estava exausta,” falou.

A atriz contou que ligou para a mãe, que falou para a filha fazer uma cesárea. “Liz nasceu por uma cesárea de emergência mesmo, com a cabeça toda ferida pelo vácuo. Meu mundo caiu. Eu estava muito feliz porque minha filha estava bem e respirando, mas ela já estava em sofrimento, teve que ir para uma incubadora. Eu tive a Liz muito pouquinho. Depois de tanto esforço, ela ficou nos meus braços dois minutos. Eu me senti péssima, porque, em algum momento de tanto estudo, de ir para uma linhagem, de acreditar que essa linha era a certa, a gente quase perdeu nossa filha”, contou emocionada.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS