Edição nº2556 14/12 Ver edições anteriores

Qualcomm anuncia Snapdragon 855 com suporte para 5G

Snapdragon 855 tem suporte para redes 5G (Crédito:André Cardozo)

De Maui, Havaí (EUA)*

Conforme esperado, a Qualcomm anunciou nesta terça-feira seu novo chip para smartphones, o Snapdragon 855. O anuncio foi feito durante o Snapdragon Summit, conferência anual da empresa que ocorre no Havaí. O 855 será o sucessor do Snapdragon 845, que atualmente está presente nos smartphones mais sofisticados do mercado, como o Galaxy S9 e o LG G7.

O Snapdragon 855 será o primeiro chip da empresa a ter suporte para as novas redes 5G, graças ao módulo de modem X50, também da Qualcomm. Essas redes, cerca de 10 vezes mais rápidas do que as atuais redes 4G, entrarão em funcionamento no ano que vem nos EUA, Europa, China, Japão e alguns outros países. Na América Latina, as redes 5G só devem começar a funcionar em 2020.

Mapa do 5G para 2019: América Latina está de fora (Crédito:André Cardozo)

Outra novidade que vem com o chip é o sensor 3D Sonic Sensor. Na prática, ele é um leitor de digitais que funciona por baixo da tela. Assim, o usuário poderá usar sua digital para destravar o aparelho tocando na própria tela, em vez de tocar no leitor de digitais do smartphone. O 855 traz ainda melhoria de desempenho em games, aplicações de Inteligência Artificial e Realidade Aumentada. Os primeiros smartphones com o Snapdragon 855 devem ser anunciados nos primeiros meses do ano que vem. Um deles deve ser o Galaxy S10, esperado para o final de fevereiro.

Notadamente, a Apple deve ficar de fora da primeira leva de smartphones 5G. O primeiro iPhone 5G deve chegar apenas em 2020. Notem no slide abaixo que a Maçã é a única grande fabricante que não aparece no slide.

Apple não aparece entre fabricantes que terão componentes 5G da Qualcomm (Crédito:André Cardozo)

Qualcomm e Apple travam uma dura batalha jurídica sobre patentes e, por conta disso, a Maçã tem reduzido os componentes da Qualcomm em seus smartphones. Eles estão sendo aos poucos substituídos por componentes da Intel. O problema é que a Intel já anunciou que só terá chips e outros componentes 5G em 2020.

*O jornalista viajou a convite da Qualcomm


Mais posts

Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.