O Dia

Quadrilha vendia animais silvestres pelas redes sociais

Duas pessoas foram presas em operação da Polícia Federal e Ibama, que apreendeu várias espécies ameaçadas de extinção

Duas pessoas foram presas e vários animais silvestres apreendidos na operação Ecdise da Polícia Federal com apoio do Ibama, que desarticulou uma quadrilha de tráfico de espécies ameaçadas de extinção que eram comercializado pelas redes sociais.

Os animais foram encontrados em péssimo estado – Divulgação

Os presos foram pegos em flagrante. Um em São Paulo, com uma tarântula, uma espécie de aranha, e outro em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, com vários animais.

Comercializar animais silvestres é crime – Divulgação

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Paraná. 

Duas pessoas foram presas acusadas de tráfico de animais silvestres – Divulgação

Tráfico de animais silvestres é crime. Denuncie pelo 2253-1177 (Disque-Denúncia) ou 0300 253-1177 (Linha Verde). 

Os animais eram vendidos pela internet nas redes sociais – Divulgação