Economia

Putin propõe moratória de sanções internacionais por coronavírus

Putin propõe moratória de sanções internacionais por coronavírus

O presidente russo, Vladimir Putin, participa de uma videoconferência com líderes do G20 para discutir a Covid-19 - SPUTNIK/AFP

O presidente russo, Vladimir Putin, propôs nesta quinta-feira (26) uma “moratória” das sanções econômicas internacionais contra vários países – uma lista que inclui a Rússia – por causa da crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus.

“Idealmente, uma moratória comum deveria ser introduzida sobre as restrições aos bens essenciais e às transações financeiras para sua compra”, disse Putin em seu discurso na cúpula do G20.

“Depois de tudo, é uma questão de vida ou morte das pessoas, uma questão puramente humanitária”, continuou o chefe de Estado russo, estimando que “as guerras comerciais e as sanções agravam a crise” da pandemia.

Também propôs criar “corredores verdes protegidos das guerras comerciais e sanções” para o suprimento de medicamentos, alimentos, equipamentos e tecnologia.

A economia russa é gravemente afetada pela crise mundial originada pelo coronavírus por causa da consequente queda nos preços do petróleo.

A Rússia tem enfrentado dificuldades econômicas desde 2014, por causa das sanções internacionais impostas por causa do conflito com na Ucrânia.