Mundo

Putin pede ‘fim das hostilidades’ em Nagorno-Karabakh

Putin pede ‘fim das hostilidades’ em Nagorno-Karabakh

Separatistas armênios tomaram a região de Nagorno-Karabakh de Baku em uma guerra dos anos 1990, que matou 30.000 pessoas - Armenian Defence Ministry/AFP

O presidente russo Vladimir Putin pediu, neste domingo (27), o fim dos confrontos mortais entre separatistas, apoiados pela Armênia, e as forças do Azerbaijão, na região de Nagorno-Karabakh.

“É importante fazer o possível para evitar uma escalada no confronto, mas o principal é dar um fim às hostilidades”, disse Putin, citado em um comunicado do Kremlin após uma conversa telefônica com o primeiro-ministro armênio, Nikol Pashinyan.

“A parte russa expressou sua séria preocupação em relação à retomada dos combates em grande escala”, acrescentou o breve comunicado.

Ao menos 16 militares separatistas armênios morreram nesses confrontos e mais de cem ficaram feridos, segundo o Ministério da Defesa de Nagorno-Karabakh, nos piores combates na região desde 2016.

Ambas as partes relataram igualmente perdas civis, sem especificar o balanço até o momento.

Um conflito maior entre Armênia e Azerbaijão poderia gerar a intervenção de potências rivais na região, como Rússia e Turquia.

O conflito de Nagorno-Karabakh, região separatista do Azerbaijão de maioria armênia e que conta com o apoio de Erevã, alimenta as tensões regionais existentes há trinta anos.

Nos últimos anos, Baku aproveitou suas reservas de petróleo para gastar amplamente em materiais de armamento e conta com o apoio da Turquia.

A Armênia, muito mais pobre, é próxima da Rússia, que tem uma base militar no país. Pertence a uma aliança político-militar liderad por Moscou, a Organização do Tratado de Segurança Coletiva.

A Rússia, que se posiciona como árbitro regional, entrega armas aos dois países.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar