Esportes

PSV Eindhoven supera o Ajax e conquista o Campeonato Holandês pela 24º vez

Em um jogo tenso, marcado por duas expulsões, o PSV Eindhoven aproveitou o apoio de sua torcida, dominou o Ajax neste domingo, venceu por 3 a 0 e conquistou o título do Campeonato Holandês. Foi o seu 24º troféu da competição.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O resultado fez a equipe alcançar os 80 pontos, dez na frente do próprio Ajax. Como faltam apenas três rodadas para o término da competição, o time do técnico Phillip Cocu não pode mais ser alcançado pelo adversário.

O triunfo também devolve o recente domínio da competição ao PSV. Campeão em 2015 e em 2016, a equipe vira a hegemonia ser interrompida no ano anterior pelo Feyenoord, mas retomou o posto ao faturar o novo título com três rodadas de antecedência. Já o Ajax, que lidera com 33 conquistas, não fatura o troféu desde 2014.

E o título neste domingo começou a ser construído logo aos 23 minutos, quando o uruguaio Gastón Pereiro abriu o placar. Os atacantes Luuk de Jong, ainda no primeiro tempo, e Steven Bergwijn, no segundo, definiram o marcador.

Nervosos com a perda do título, os jogadores do Ajax se descontrolaram nos minutos finais, resultando na expulsão do argentino Nicolás Tagliafico e de Siem de Jong. Além de derrotado, o time do brasileiro David Neres – ex-São Paulo – terminou o duelo com dois jogadores a menos.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea