Esportes

PSG não venderá Neymar por menos de R$ 1,3 bilhão,diz jornal

ROMA, 19 JUN (ANSA) – Ligado a uma possível volta ao Barcelona, o atacante Neymar não deverá sair do Paris Saint-Germain (PSG) nesta janela de transferências por menos de 300 milhões de euros (cerca de R$ 1,3 bilhão) , informou nesta quarta-feira (19) o jornal “Le Parisien”.   

O alto valor que a diretoria do PSG está pedindo para liberar o astro brasileiro vem após o presidente do clube, Nasser Al Khelaifi, ter cobrado mais comprometimento por parte de seus jogadores, e declarado que “ninguém obrigou” Neymar a assinar contrato com o time francês.   

Há dois anos, o atleta saiu do Barcelona para o PSG por 222 milhões de euros. No entanto, a relação entre o clube parisiense e o atacante ficou bastante conturbada, principalmente após a entrevista que Khelaifi concedeu para o jornal “France Football”.   

Os problemas fora de campo, como a acusação de estupro feita pela modelo Najila Trindade, o soco que desferiu em um torcedor do PSG e os xingamentos que fez aos árbitros na eliminação da Liga dos Campeões contra o Manchester United, também desgastaram a relação de Neymar com o clube.   

De acordo com o jornal “El Mundo”, o craque Lionel Messi teria pedido a volta de Neymar ao presidente do Barcelona, Josep Maria Bartolomeu.   

O brasileiro também está com saudades do clube espanhol e já teria afirmado para Khelaifi que deseja sair do PSG. “Não quero mais jogar no PSG. Quero voltar para minha casa, de onde nunca devia ter saído”, escreveu Neymar ao empresário catariano, segundo o jornal catalão “Mundo Deportivo”.   

A imprensa espanhola também cogita que o Barcelona deverá envolver na negociação jogadores como Philippe Coutinho, Ousmane Dembélé, Ivan Rakitic e Samuel Umtiti.   

O clube blaugrana também está de olho na contratação do atacante Antoine Griezmann. No entanto, a possível chegada do francês está enfrentando uma certa resistência de Messi e do restante do elenco do Barcelona.   

Em sua passagem pelo Barça, Neymar atuou em 186 partidas, anotando 105 gols. Já com a camisa do PSG, o brasileiro esteve em campo 58 vezes e marcou 51 tentos.(ANSA)