Semanal

PSDB tenta fazer Doria manter candidatura

Crédito: Divulgação

Diante da notícia de que o governador João Doria vai anunciar nesta quinta-feira, às 16h, no Palácio dos Bandeirantes, a desistência de ser candidato a presidente da República e que vai permanecer no cargo até o final do mandato, em dezembro, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, acaba de divulgar uma carta enviada ao presidente estadual do partido em São Paulo, Marco Vinholi, confirmando que o candidato da legenda a presidente é o governador paulista, na tentativa de evitar que Doria realmente desista de concorrer a presidente.

“Venho, por meio desta. Reafirmar que o candidato a presidente da República pelo PSDB é o governador do Estado de São Paulo, João Doria, escolhido democraticamente em prévias nacionais realizadas em novembro de 2021. As prévias serão respeitadas pelo partido. O governador tem a legenda para disputar a presidência da República. E não há, nem haverá, qualquer contestação à legitimidade da sua candidatura pelo partido”, disse Bruno Araújo.

O presidente nacional reafirmou ainda que o PSDB está “consciente de seu protagonismo em contribuir com o fim da polarização hoje existente no País”, acrescentou Bruno Araújo. No PSDB de São Paulo essa nota foi encarada como uma forma da direção nacional do partido tentar fazer com que Doria mantenha a candidatura presidencial.