Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Em protesto contra o assassinato brutal do congolês Moïse Kabagambe, de 24 anos, no Rio de Janeiro, e pela rápida e transparente apuração e punição dos envolvidos, a comunidade congolesa realizará neste sábado, dia 5, uma manifestação, em frente ao quiosque onde Moïse foi morto, na praia da Barra da Tijuca, a partir das 10h.

A família da vítima participará do ato. Em São Paulo, a manifestação será às 10 horas, no vão livre do MASP. Também haverá protestos em Salvador, Belo Horizonte, Belém e outras cidades.

As Centrais Sindicais apoiam esse contundente pedido por justiça. Em cada região, chamam seus integrantes para somar e fortalecer os atos que estão sendo organizados.

As entidades se solidarizam com os familiares de Moïse bem como com todos os imigrantes, sobretudo aqueles que buscam segurança e inserção social no Brasil. “Vamos à luta por justiça por Moïse Kabagambe. Basta de racismo, xenofobia e genocídio negro!”, diz comunicado distribuído pelas entidades.