Economia

Protesto obriga FGV fechar portas e reforçar segurança em seminário com Guedes

Um pequeno grupo de manifestantes obrigou a Fundação Getulio Vargas (FGV) a fechar as portas e reforçar a segurança do seminário “Reavaliação do Risco Brasil”, com participação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Com bandeiras do Movimento dos Sem Teto e Lula Livre, um dia depois do Superior Tribunal Federal (STF) decidir pelo fim da prisão em segunda instância, os manifestantes gritavam palavras de ordem e criticavam os leilões do pré-sal realizados esta semana, entre outras reivindicações.

Os seguranças da FGV impediram a saída dos jornalistas que tentaram deixar o local para apurar informações com os manifestantes.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Dancinha de Miley Cyrus com namorado no TikTok viraliza e ganha versões brasileiras
+ Kawazaki suspende suas vendas na França
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior