Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O promotor Silvio Marques, da promotoria de Defesa do Patrimônio Público do Ministério Público de São Paulo, arquivou de investigação sobre suposta prática de improbidade administrativa pelo ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), relacionada à diferença de pagamento de bonificação a servidores da Fazenda e da Educação.

+ Para Doria, caberá à opinião pública julgar associação de Alckmin a Lula
+ Em dobradinha, Dias e Alckmin criticam PT e Bolsonaro

Segundo o promotor, “a fixação de porcentuais diversos para fins de pagamento da bonificação por resultados entre servidores não caracteriza ato de improbidade”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.