Esportes

Projeto social reúne os cinco capitães brasileiros nas conquistas das Copas


Os ex-jogadores Cafu e Dunga e representantes das famílias dos falecidos Carlos Alberto Torres, Mauro e Bellini, que foram os capitães da seleção brasileira nas conquistas da Copa do Mundo de 2002, 1994, 1970, 1962 e 1958, respectivamente, se reunirão no lançamento da campanha “Olé no Corona”, que acontecerá nesta terça-feira, às 16 horas.

O evento tem como intuito ajudar pessoas impactadas pela pandemia do novo coronavírus através do leilão de itens dos campeões mundiais e de outras personalidades do esporte. Além dos capitães da seleção, Pepe, Zico, Falcão, Pelé, Clodoaldo, Mauro Silva, Raí, Edmilson, Rogério Ceni, Alex, Formiga, Sissi, Roseli, René Simões e Ricardo Rocha também farão parte do projeto.

“Ser o representante dessa campanha que reúne, pela primeira vez, os cinco capitães campeões do mundo e outros grandes ídolos do esporte é motivo de muito orgulho. Todos doaram itens para um leilão online e vamos conseguir ajudar muita gente, esse é o nosso maior objetivo. O ‘Olé no Corona’ conta com a participação de pessoas com alta representatividade mundial, itens históricos, o envolvimento e apoio de grandes marcas e, acima de tudo, com muita transparência. Espero que outros colegas entrem para o nosso time para que possamos ajudar quem realmente precisa”, disse Cafu, capitão do penta, em 2002.

Os fundos arrecadados no leilão virtual, que conta com mais de 120 itens e acontece a partir do próximo dia 19, serão auditados e repassados às pessoas de baixa renda impactadas pela pandemia da covid-19. Além de personalidades do esporte, jornalistas também participarão do evento.

“Quero poder contar com um grande grupo ativo de jornalistas, especializados na cobertura esportiva e de outras editorias, para a doação de itens de acervo pessoal – ligados ao futebol – para disponibilizarmos em nosso leilão. Tê-los, ainda, como parte integrante do projeto, nos auxiliando na conexão com atletas e outras personalidades, gerando maior participação de ídolos do futebol na campanha e, por que não, através de espaços na imprensa para o #olénocorona ter ainda mais visibilidade e conseguirmos ajudar mais pessoas”, explicou Ricardo Setyon, idealizador do projeto.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS