Geral

Professora reforma casa de aluno com vaquinha e ajuda de moradores no Rio de Janeiro

Crédito: Arquivo Pessoal/Elisângela Pereira

A professora Elisângela Pereira, de 47 anos, mostrou uma grandíssima empatia com o próximo. Em setembro do ano passado, ela iniciou uma vaquinha online para juntar dinheiro e reformar o imóvel de um casal e suas cinco crianças autistas no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

Antes da reforma, a residência de três cômodos estava cheia de infiltrações, contava um banheiro sem piso e azulejos, paredes úmidas e um vaso sanitário quebrado. Hoje, o imóvel começou a ganhar uma nova cara e o resultado do esforço da educadora passou a ser concluído.

Professora do filho caçula da família desde 2019, Elisângela visitou os familiares do menino, de 4 anos, durante a pandemia e se sensibilizou com a situação crítica da casa. Em entrevista ao UOL, a educadora falou sobre a reforma e a alegria de ajudar o próximo.

“Recebi a ajuda de muita gente. Não fiz nada sozinha. O Flávio [comerciante da região] foi nosso grande anjo. Outras pessoas ajudaram com móveis e demais necessidades. Teve um senhor também da comunidade, que viu a reportagem do UOL, e doou todo piso. Até hoje, me emociono muito ao ver as fotos do antes e do depois”, falou Elisângela.

Até o momento, a vaquinha online havia arrecadado R$ 13.499,56. A meta colocada pela professora é de R$ 20 mil. Porém, Flávio Ribeiro, de 39 anos, comerciante e também morador do Alemão, doou cerca de R$ 18 mil do próprio bolso.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

“Quando o pedreiro foi quebrar as paredes, ele viu que elas eram de madeira com barro. Já estavam podres. O pedreiro empurrou com as mãos e elas caíram. Acredito que, [se passasse] mais duas semanas sem a obra, elas teriam desabado em cima da família. Me dediquei muito a essa causa, fiquei afastado do meu negócio, tive coronavírus em dezembro, acompanhei tudo por telefone, mas faria tudo de novo”, contou Flávio.

Flávio e Elisângela pretendem criar um projeto já batizado de “Jardim Elay” para ajudar outras famílias da comunidade com filhos autistas. “Não vamos conseguir fazer o mesmo que fizemos por essa família, reformando uma casa toda. Mas a nossa intenção é ajudar cada família um pouquinho”, revelou Ribeiro.

Com o dinheiro da vaquinha, Pereira promoveu uma grande ceia de Natal para a família. A educadora também comprou uma TV de 32 polegadas, dois guarda-roupas, uma cama box e utensílios para cozinha. “Eles não tinham televisão e ficaram maravilhados. Algumas pessoas também ajudaram doando roupas de cama e até toalhas que eles não tinham. Continuo lá ajudando a família. A mãe tem uma dificuldade mental e o pai tem um grau leve de autismo. Precisam de orientação. Eles têm medo de serem abandonados novamente”, disse Elisângela.

O casal Cleyton de Albuquerque, de 41 anos, e Ysis Spinelli, de 33 anos, ficaram extremamente felizes com a reforma do imóvel. “A casa mudou muito. O banheiro foi da água para o vinho. É meu cômodo favorito. As crianças ficaram muito felizes. Fico muito grato a todos que ajudaram”, finalizou.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica