Brasil

Professor que estava desaparecido há dois dias é localizado pela família

Crédito: Reprodução

Bruno de Lima Alves estava desaparecido (Crédito: Reprodução)

Os familiares de Bruno de Lima Alves, de 32 anos, conseguiram encontrar o professor nesta segunda-feira (14). Ele estava em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

O professor, que mora em São Gonçalo, estava desaparecido há dois dias. Bruno saiu de casa e disse para a mãe que estava indo andar de bicicleta pelo Rio. Deste então, família procurava por ele.

“Ele está bem. Estava circulando a informação de que estaria em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Quando estávamos nos preparando para ir para lá, recebemos a notícia de que ele foi visto na estação das barcas em Niterói, onde deixou a bicicleta. Seguraram ele lá até que nos encontrássemos”, conta Mônica Alves, mãe de Bruno, aliviada ao jornal Extra.

As únicas informações que a família de Bruno possuía era que a bicicleta dele estava no bicicletário da estação Praça Arariboia, em Niterói. Com isso, a família sabia que ele não estava andando de bicicleta.

Além disso, no último sábado (12), foi registrado um carregamento no cartão RioCard do professor na região central, o que batia com a última localização de Bruno apontada pelo celular.

O professor é graduado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e está cursando mestrado na Universidade Federal Fluminense (UFF).

 

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel