Economia

Produtos Lego são cada vez mais violentos, afirma estudo


Os produtos da fabricante de brinquedos Lego são cada vez mais violentos para tentar atrair a atenção das crianças na era digital, afirma um estudo neozelandês publicado nesta segunda-feira.

“Os produtos da empresa Lego não são mais tão inocentes como costumavam ser (…) A violência dos produtos Lego parece ter ido além da tentativa de melhorar o modo de jogar”, afirma o coordenador do estudo, Christoph Bartneck.

A equipe da Universidade de Canterbury afirma que cada vez há mais armas nos produtos da empresa dinamarquesa e que estão mais inspirados em temas de guerra, com a consequência de que as crianças brincam de maneira mais brutal.

O estudo, publicado pela revista on-line Plos One, conclui que, com o tempo, os brinquedos da Lego “provocam aumentos exponenciais da violência”, apesar de reconhecer que esta é uma tendência geral do mercado de entretenimento para crianças.

O porta-voz da empresa, Troy Taylor, disse que os produtos Lego incluem todo tipo de atividades, como construção, fantasia e também o conflito.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



“Como outros tipos de brinquedos, o conflito é uma parte natural do desenvolvimento infantil. Sempre tentamos e usamos o humor quando é possível para reduzir o nível de conflito”, afirmou.

ns/fp

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS