Economia

Produtos com menor preço sofreram queda na Black Friday 2018

Um levantamento da Promobit, plataforma de compartilhamento de anúncios, mostrou que, apesar do aumento no número de ofertas na Black Friday 2018, as “top ofertas” – aqueles produtos que apresentaram o menor preço nos últimos seis meses – sofreram queda em comparação com 2017.

Este ano, da última quinta-feira, 22, até às 13h desta sexta, 23, foram enviados 4.585 anúncios para a plataforma, mas apenas 418 foram consideradas “top ofertas”, o que representa 9,12% do total.

No mesmo período do ano passado, entre as 3.751 ofertas enviadas, 889, ou seja, quase o dobro, eram “top ofertas”, o que representou 23,70%.

Um dos produtos mais desejados na Black Friday, os smartphones apareceram em 168 ofertas no site da Promobit na quinta-feira, mas apenas 20, o equivalente a 11,9%, apresentaram o preço que as pessoas esperavam para o evento. Na véspera da Black Friday de 2017, o número total de celulares que foram compartilhados no portal foi menor, 155, mas 35 deles foram considerados “top ofertas” (22,58%).

Entre as ofertas aprovadas pelos consumidores na plataforma, em 2017, 40 foram aprovadas, sendo 35 delas o menor preços nos últimos seis meses. Já em 2018, 44 ofertas foram aprovadas, mas apenas 20 foram consideradas “top ofertas”.