Economia

Produção manufatureira dos EUA arrefece com força em agosto


WASHINGTON (Reuters) – A produção nas fábricas dos Estados Unidos desacelerou mais do que o esperado em agosto em meio a problemas provocados pelo furacão Ida e pela escassez de matérias-primas e de mão de obra conforme a pandemia de Covid-19 se arrasta.

A produção manufatureira aumentou 0,2% no mês passado, informou o Federal Reserve nesta quarta-feira. O dado de julho foi revisado para mostrar alta de 1,6%, em vez do ganho de 1,4% informado antes.

Economistas consultados pela Reuters projetavam ganho de 0,4% da produção manufatureira.

A falta de matérias-primas junta-se à mais recente onda de infecções pela variante Delta do coronavírus, principalmente no Sudeste Asiático, além do congestionamento em portos da China.

Parte da desaceleração na manufatura reflete a mudança dos gastos de bens de volta para serviços por causa da vacinação contra a Covid-19.

A manufatura, que responde por 11,9% da economia dos EUA, permanece sustentada com as empresas buscando reabastecer estoques depois que eles foram esgotados no primeiro semestre do ano.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago