Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Danilo Gentili está pagando caro pelo tuíte que fez atacando a Câmara dos Deputados. Segundo informações do UOL, a Procuradoria-Geral da República fez um pedido ao Supremo Tribunal Federal) em que pede que o apresentador seja proibido de se aproximar da Câmara  e que também seja banido do Twitter.

Ainda de acordo com o veículo que teve acesso ao documento assinado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, ainda pede a “proibição de mobilizar, organizar ou integrar manifestações de cunho ofensivo a qualquer dos Poderes da República, ou de seus integrantes, ou que incitem animosidade das Forças Armadas contra qualquer instituição de Estado”, além da “proibição de ausentar-se da Comarca de sua residência sem autorização judicial.”

No post polêmico, Gentili disse: “Eu só acreditaria que esse País tem jeito se a população entrasse agora na câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”.

Após ver a repercussão negativa, o humorista se defendeu justificando que foi alvo de críticas por alguns deputados, por isso, se manifestou na web desta forma.