Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O prazo para o ganhador da Mega da Virada do ano passado retirar o prêmio termina nesta quarta-feira (31). Conforme a Caixa Econômica Federal, o sorteio de 2020 teve dois ganhadores: um de Aracaju (SE), que já resgatou o montante e outro de São Paulo, que fez a aposta pela internet e até hoje não foi atrás dos mais de R$ 162,6 milhões a que tem direito.

Na segunda-feira (29), o Procon-SP notificou a Caixa Econômica Federal pedindo que a instituição financeira identifique o consumidor que está cadastrado no sistema e fez o jogo pelos meios eletrônicos e faça o pagamento do prêmio devido.

De acordo com o Procon-SP, a aposta efetuada através de meio eletrônico demanda a realização de cadastro e a indicação de cartão de crédito como meio de pagamento. Na notificação, o Procon-SP pede que a instituição implemente alteração no sistema para que, nos casos das demais apostas premiadas que forem realizadas através do meio eletrônico, o pagamento seja efetuado no canal indicado pelos consumidores.

“Se é possível a identificação do apostador, a Caixa não pode comodamente aguardar o decurso do prazo e se apropriar do dinheiro. Caso o apostador esteja morto, o prêmio pertence aos seus herdeiros. E se a aposta foi feita por meio eletrônico, é dever da instituição financeira informar se não é possível identificar o seu autor”, afirma Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

A Caixa tem até hoje para responder o Procon-SP. Caso o prêmio não seja resgatado, o valor será repassado ao Fundo de Financiamento do Ensino Superior (Fies), do Ministério da Educação, destino dos prêmios esquecidos.