A semana

Prisões: há um vírus entre o governo federal e o CNJ

Crédito: Divulgação

Em tempos normais, cadeias superlotadas como as que existem no Brasil são um perverso parque de diversão para os mais diversos tipos de vírus. Em tempos de pandemia, como os dias atuais, essas penitenciárias significam a pena de morte. Tal questão está opondo o governo federal ao Conselho Nacional de Justiça. O governo é contra o habeas corpus temporário aos presos com estado de saúde vulnerável, tão contra que o ministro Sergio Moro chegou a dizer, errando feio demais para um ministro da Justiça, que um detento que ganhara tal benefício fora preso com armas e drogas nas ruas — a pessoa em questão jamais se viu beneficiada com tal medida. Já o CNJ defende o habeas corpos temporário para encarcerados que não cometeram crimes graves e que estão doentes ou têm idade já avançada. Claro que há um impasse: evitar aglomerações também vale para os institucionalizados, uma vez que o Estado brasileiro é responsável pela incolumidade dessas pessoas. Por outro lado, não se pode minar ainda mais a segurança pública da população do País colocando em liberdade, ainda que temporária, maior número de transgressores. No Brasil há cerca de 760 mil presidiários entre homens e mulheres (elas são 37.139).

TECNOLOGIA
Quem vazou os dados?

Divulgação

As reuniões empresariais ganharam um novo formato em meio à pandemia. Chamadas em videoconferência tornaram-se essenciais para o trabalho remoto. Mas, quando se trata de tecnologia, não há controle absoluto. E foi, justamente, a falta de segurança que fez a conceituada plataforma Zoom ser acusada de vazar informações pessoais dos usuários, como acesso à câmera e ao microfone mesmo depois da finalização das chamadas em vídeo.

EUA
Bernie Sanders fora das eleições

JEFF KOWALSKY / AFP

Após conseguir uma série de vitórias nas primárias das eleições presidenciais nos EUA, o senador Bernie Sanders despencou e passou a acumular derrotas consecutivas. Foi isso que o levou a anunciar, na quarta-feira 8, que não é mais pré-candidato. Entra na disputa representando o Partido Democrata o ex-vice presidente Joe Biden.

Futebol
Ligas perderão R$ 53 bilhões

As cinco principais ligas europeias de futebol perderão esse ano cerca de 9,3 bilhões de euros (aproximadamente
R$ 53,3 bilhões) em relação ao valor de mercado de seus jogadores. Motivo: todos os campeonatos estão interrompidos por causa da Covid-19.

SAÚDE
Planos terão de atender inadimplentes

Devido à superlotação dos hospitais no País e ao aumento no número de infectados pelo novo coronavírus, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que planos de saúde atendam clientes inadimplentes durante a pandemia. Só assim ela irá liberar os R$ 15 milhões do fundo destinado às necessidades operacionais do setor.
No Brasil, os planos de saúde contam com 50 milhões de clientes. A Justiça também anulou a necessidade de carência para novos clientes com suspeita ou confirmação da Covid-19.

CULTURA
Os sonetos e a quarentena de Shakespeare

A atriz e diretora de teatro Mika Lins dá um excelente espetáculo de cultura, por meio do Instagram, nesses tempos de quarentena. Um dos maiores dramaturgos de todos os tempos, William Shakespeare foi também um dos principais poetas que já surgiram ao longo da jornada humana. O que poucos sabem, e Mika Lins ensina, é que Shakespeare produziu a maioria de seus sonetos quando ele próprio estava em quarentena em uma Londres tomada pela peste em 1592 e 1593. Mika colocou no Instagram o soneto 116, até hoje inigualável em seu final: “amor não se transforma de hora em hora, antes se afirma para a eternidade. Se isso é falso, e que é falso alguém provou, eu não sou poeta, e ninguém nunca amou”.

VIDA ANIMAL
…E enfim os pandas cruzaram

AFP PHOTO / Ocean Park Hong Kong

Os pandas precisam de muito silêncio e total isolamento para acasalarem. Na quarta-feira 8, o Ocean Park, em Hong Kong, estava nessas condições devido à pandemia mundial. O único funcionário mantido nesse zoológico pôde assistir, então, àquilo que os biológos do local tentam em vão desde 2010. Dois pandas de 14 anos, ele batizado de Ying Ying e ela, de Le Le, aproveitaram o deserto à sua volta e finalmente acasalaram. Os veterinários do Ocean Park estão agora na torcida para que de fato Le Le tenha engravidado, uma vez que essa é uma espécie que consta do triste rol de espécies em extinção. “Nos pandas, a chance de gravidez por acasalamento natural é maior que por inseminação artificial”, diz o diretor do parque, Michael Boos.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel