Farol ISTOÉ

Príncipe Andrew sob suspeita de assédio

Príncipe Andrew sob suspeita de assédio

O príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth II - AFP/Arquivos

A amizade com o bilionário Jeffrey Epstein, que morreu neste mês, aos 66 anos, em um aparente suicídio em uma cela de Nova York quando aguardava julgamento por acusações de tráfico sexual, está custando caro para o príncipe Andrew, filho da rainha Elizabeth e duque de Iorque. Epstein foi acusado de abusar de garotas menores de idade e fazer com que algumas delas dessem prazer a vários de seus amigos ricos e poderosos. Um deles seria Andrew. Depois da morte do empresário documentos sobre o caso se tornaram públicos, entre eles um processo movido por Virginia Roberts Giuffe contra o príncipe. Virginia afirma que foi coagida por Epstein e por pessoas próximas a ele a ter relações sexuais com Andrew quando tinha 17 anos. Outra mulher, Johanna Sjoberg, acusa o príncipe de ter tocado em seus seios em 2001. O jornal Daily Mail publicou fotos de 2010 em que o príncipe aparece dentro da mansão do empresário em Nova York. Andrew se disse “abalado” com as acusações de abuso. Segundo um comunicado divulgado pelo Palácio de Buckingham, as acusações são “falsas e sem fundamento”.

Tópicos

Príncipe Andrew