Mundo

Primeiro-ministro do Líbano apoia eleições antecipadas exigidas por manifestantes

Primeiro-ministro do Líbano apoia eleições antecipadas exigidas por manifestantes

Centenas de milhares de pessoas protestam exigindo uma revisão geral do sistema político do Líbano - AFP

O primeiro-ministro libanês Saad Hariri afirmou nesta segunda-feira que apoia a convocação de eleições antecipadas, como desejam os manifestantes que protestaram contra o governo nos últimos dias.

“Nós escutamos. Se o seu pedido é de eleições parlamentares antecipadas (…) eu, Saad Hariri, estou com vocês neste pedido”, disse.

Em uma entrevista coletiva após uma reunião de gabinete que aprovou uma série de reformas e o orçamento para 2020, Hariri afirmou que as decisões não foram adotadas para acabar com os protestos.

“Estas decisões não foram tomadas como moeda de troca”, declarou Hariri.

“O governo não pretende pedir que parem de protestar e expressar sua indignação”, completou.

Nos últimos anos, a vida cotidiana dos libaneses passou por uma intensa degradação, com a interrupção frequente do fornecimento de água e energia elétrica, 30 anos depois do fim da guerra civil (1975-1990).

Em 2018, o Líbano organizou as primeiras eleições legislativas em nove anos. Mas a votação não afastou do poder os políticos que controlam o país há muitos anos.