Istoé em Tóquio

Primeira medalha do Brasil na Olimpíada: veja quem são os principais candidatos

Primeira medalha do Brasil na Olimpíada: veja quem são os principais candidatos

Nathalie Moellhausen já foi campeã mundial na esgrima (Foto: Divulgação)


O Brasil tem grandes chances de comemorar neste final de semana a primeira medalha na Olimpíada de Tóquio. Se for no sábado, o mais provável é que seja com a esgrimista Nathalie Moellhausen. Se ficar para o domingo, há boas chances no skate. Além disso, nos dois dias é possível que o país surpreenda no judô, na natação e em outros esportes, como já aconteceu em tantas edições.

Veja a seguir os horários e projeções, incluindo a possibilidade da primeira medalha ficar para segunda-feira.

No sábado (24 de julho)

Não há um grande favorito a medalha neste dia. Mas há chances de pódio no tiro esportivo, no judô e na esgrima.
A primeira oportunidade será com Felipe Wu, na pistola de ar de 10 metros. Ele foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 2016, mas não teve um ciclo olímpico tão brilhante depois disso. A disputa classificatória começará 1h (de Brasília). A final será disputada às 3h.

Durante a madruga também acontecerão classificatórias do judô. Na categoria feminina até 48kg, Gabriela Chibana tentará surpreender. Entre os homens de até 60kg, Eric Takabatake será o representante brasileiro. As disputas por bronze e as finais acontecerão a partir de 6h (de Brasília).

Na esgrima feminina o Brasil tem boas chances com Nathalie Moellhausen, na espada. Ela foi campeã mundial em 2019 e medalha de bronze em dois Jogos Pan-Americanos (2015 e 2019). Essa modalidade começará a ser disputada 1h35 (de Brasília) e terminará por volta de 8h45.

No domingo (25 de julho)

Na noite de sábado, às 21h, vai começar a classificatória para um esporte estreante, o skate, na modalidade street, masculino. Mas a final só acontecerá depois da meia-noite, portanto no dia seguinte.

O Brasil tem boas chances de medalha no skate, principalmente com Kelvin Hoefler, que já foi campeão mundial em 2015. Giovanni Vianna e Felipe Gustavo também têm chances, mas não são favoritos.

Durante a madrugada, o judô terá mais 2 brasileiros lutando. No feminino até 52kg, Larissa Pimenta buscará medalha. No masculino até 66kg, Daniel Cargnin será o brasileiro no tatame. Ambos já tiveram bons resultados em pan-americanos, mas ainda buscam melhores desempenhos em competições mundiais. As disputas por bronze e as finais acontecerão a partir de 6h (de Brasília).

No mesmo dia quem também lutará é Edival Marques, o Netinho, do taekwondo, na categoria até 68kg. Ele não é favorito, mas não pode ser descartado na briga pelo pódio, que começará a ser formado às 8h45 (de Brasília).

A partir das 18h30 acontecerá a prova do triatlo individual masculino. Manoel Messias será o representante brasileiro, mas tem poucas chances de medalha.

Mais tarde existe uma chance razoável de pódio na esgrima masculina, com Guilherme Toldo, que usa o florete. Ele é experiente e tem 3 medalhas em Jogos Pan-Americanos. A primeira rodada dessa modalidade será às 21h25 (de Brasília).



Na segunda-feira (26)

Se o Brasil tiver muito azar e não conseguir a primeira medalha no final de semana, ela deve aparecer nos primeiros minutos de segunda-feira. À 0h5 (de Brasília), já haverá a final do revezamento 4x100m da equipe masculina de natação. O Brasil tem potencial para entrar na disputa por pódio.

E pouco depois disso, 0h25, haverá a final do skate street feminino, em que o Brasil tem 3 representantes de alto nível: Pâmela Rosa, líder do ranking e campeã mundial de 2019; Rayssa Leal, prata no Mundial de 2019 e bronze no Mundial de 2021; e Letícia Bufoni, uma das melhores da história e 5º lugar no Mundial de 2019. É improvável que nenhuma delas consiga medalha.

Mas se o azar persistir, o Brasil ainda terá candidatos a surpresa ao longo do dia: Henrique Avancini, às 3h, no ciclismo cross country; Eduardo Katsuhiro, às 7h, no judô até 73kg; Milena Titoneli, às 9h, no taekowondo até 67kg; Ícaro Miguel, às 9h45, no taekwondo até 80kg; e Fernando Scheffer, às 22h43, na natação (200m livre).

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago