Comportamento

Preso em Mianmar francês que fez drone voar sobre Parlamento

Preso em Mianmar francês que fez drone voar sobre Parlamento

O turista francês usou o drone sobre o prédio do governo, o que é ilegal em Mianmar - AFP

Um francês foi preso por ter feito um drone voar perto do Parlamento birmanês, informou a embaixada da França nesta segunda-feira (11).

“Um francês, de viagem a Mianmar, foi preso na quinta-feira, 7 de fevereiro, por ter feito voar um drone sobre o Parlamento, em Naypydaw, algo que é proibido”, explicou um responsável da embaixada.

A legação francesa detalhou que estava em contato com as autoridades para tentar libertá-lo, mas nesta segunda continuava detido em Naypydaw, capital administrativa do país.

As autoridades birmanesas não deram detalhes do caso, enquanto a mídia local publicou fotos do homem.

No fim de 2017, dois jornalistas, de Malásia e Singapura, funcionários de uma emissora turca, foram condenados a dois meses de prisão em Mianmar por terem feito um drone voar sobre o Parlamento.