Mundo

Presidentes da Argentina e Brasil tiveram diálogo pela primeira vez

Presidentes da Argentina e Brasil tiveram diálogo pela primeira vez

O presidente argentino, Alberto Fernández, em 17 de outubro de 2020, em Buenos Aires - Argentinian Presidency/AFP

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, contrários politicamente, dialogaram por videochamada nesta segunda-feira (30), na primeira reunião privada de ambos desde a posse do líder argentino, informou o governo em Buenos Aires.

O conteúdo da conversa entre os dirigentes não foi informado, mas a presidência disse que se realizou a cerimônia do Dia da Amizade entre ambos países, que evoca o embrião do Mercosul, com o encontro dos ex-presidentes Raúl Alfonsín e José Sarney em Foz de Iguaçu há 35 anos. Sarney participou do evento por teleconferência.

“É um dia muito importante para a Argentina e o Brasil e para todo o continente, porque pela primeira vez as pessoas começaram a pensar na integração do continente”, anunciou Fernández, lembrando a data.

Bolsonaro, segundo o comunicado, destacou que “o Mercosul é o nosso principal pilar de integração” e pediu a geração de “mecanismos mais ágeis e menos burocráticos”. Ele também pediu o aprofundamento do turismo entre as duas nações.

Fernández lidera uma aliança de peronistas de esquerda e direita, com enormes diferenças nas políticas econômicas, de saúde e sociais em comparação com as do governo brasileiro.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O chefe de Estado argentino acrescentou: “Estou realizando esta reunião para dar ao Mercosul o impulso de que precisa e é imperativo que Brasil e Argentina o façam juntos”.

Fernández pediu para deixar “as diferenças no passado e enfrentar o futuro com as ferramentas que funcionam bem entre nós, para realçar todos os pontos de concordância”.

“Continuamos avançando nas questões de segurança e das Forças Armadas e temos que trabalhar juntos na questão ambiental, que é um assunto que nos preocupa muito. Temos que fazer um acordo de preservação. Temos oportunidades em desenvolvimento para fornecer gás para a Argentina e o Brasil”, ressaltou.

Bolsonaro destacou: “Nossas Forças Armadas têm uma excelente integração. Vamos fortalecer nossa integração nas indústrias de defesa e avançaremos no combate ao narcotráfico e ao crime transnacional”.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel