Esportes

Presidente do Tottenham disposto a fazer jogo duro para liberar Dele Alli

Paris Saint-Germain tem interesse na contratação do meia, mas Tottenham não planeja vendê-lo facilmente. Empréstimo por uma temporada é opção mais viável

Presidente do Tottenham disposto a fazer jogo duro para liberar Dele Alli

O Paris Saint-Germain está de olho na contratação de Dele Alli, do Tottenham, mas a negociação não será nada fácil se depender do presidente do clube, Daniel Levy. De acordo com o ‘Telegraph’, Levy está disposto a fazer jogo duro para negociar o meia com qualquer que seja o interessado.

Anteriormente, a publicação afirmou que o jogador de 24 anos estava na mira dos franceses. O desejo foi reforçado após Alli não ter sido relacionado por José Mourinho para as partidas contra Lokomotiv Plovdiv, na Liga Europa, e Southampton, pela liga inglesa.

Levy acredita firmemente que não será pressionado a vendê-lo por um valor abaixo do que ele vale, ou ainda de maneira rápida. No entanto, o negócio por empréstimo de uma temporada seria mais viável. O jornal afirma que é improvável que algum clube faça uma proposta de transferência definitiva nos termos que o Tottenham deseja.

A Inter de Milão seria outra equipe interessada nos serviços do jogador, que estaria confuso e irritado por ter sido preterido por Mourinho nos jogos mais recentes do Tottenham.

Outro motivo pelo qual Alli pode considerar a saída é a proximidade da Eurocopa, que acontece durante junho e julho do ano que vem.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar