Economia

Presidente do BC inglês diz que instituição está pronta para elevar juros de novo

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE), Andrew Bailey, afirmou nesta segunda-feira, 23, que, após ter subido juros quatro vezes, a instituição “está preparada” para elevá-los novamente nos próximos meses, com base na avaliação de cada reunião de política monetária. Atualmente, a taxa básica britânica está em 1%.

Em discurso durante painel, Bailey atribuiu a maior parte da recente escalada inflacionária no Reino Unido ao avanço de preços de energia, em meio ao choque causado pela guerra na Ucrânia. Ainda assim, para ele, o BC “pode e deve” tomar ações para garantir o retorno da inflação à meta de 2%. “São as ações domésticas que devem nos levar de volta à estabilidade de preços”, disse.


Bailey acrescentou que o aumento dos preços de produtos importados tem “impacto negativo muito grande” na renda das pessoas, o que deve pesar sobre a demanda. “Julgamos o grau apropriado de aperto monetário levando isso em consideração”, explicou.

O banqueiro central rejeitou o argumento de que o BoE tenha deixado a demanda sair de controle, o que teria impulsionado a inflação. “O PIB Produto Interno Bruto do Reino Unido em março estava apenas 0,6% acima do nível pré-covid, e está substancialmente abaixo do caminho que se esperava seguir antes da covid”, ressaltou, acrescentando que o mercado de trabalho está “apertado”.