Economia

Presidente do BC da França alerta para o risco de deflação na zona do euro

O presidente do Banco Central da França, François Villeroy de Galhau, também representante de seu país no conselho do Banco Central Europeu (BCE), foi até a Alemanha nesta quarta-feira e rebateu críticas que existem nesse país à política da instituição europeia. Villeroy de Galhau ressaltou os riscos da deflação na zona do euro, embora também tenha apontado que há limites para o uso das taxas de juros negativas.

A autoridade francesa admitiu que a política muito acomodatícia do BCE tem sido alvo de críticas na maior economia da Europa, a Alemanha. Villeroy de Galhau rejeitou, porém, a crítica de que a política monetária do BCE seja mais voltada para o chamado sul da Europa. “Não, não é dessa maneira”, disse. Segundo ele, as autoridades estão envolvidas em políticas para “juntos assegurarmos a estabilidade de preços”.

Villeroy de Galhau afirmou que a inflação muito alta teria consequências “preocupantes” para a economia”, o que a história alemã mostra. Mas “inflação muito baixa nos expõe à deflação, um risco mortal, como nos ensinou os anos 1930”.

Em relação ao Brexit, a autoridade disse que, caso o Reino Unido deseje manter o acesso ao mercado comum europeu ao deixar a União Europeia, terá de aceitar as regras da Europa, sem a possibilidade de escolher apenas o que lhe interesse. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos

BC Franca presidente