Mundo

Presidente da Itália alerta governo: ‘O poder inebria’

ROMA, 11 OUT (ANSA) – O presidente da Itália, Sergio Mattarella, fez nesta quinta-feira (11) um alerta velado aos partidos do governo, após instituições do Estado terem sido criticadas por expoentes do Movimento 5 Estrelas (M5S) e da Liga.   

“Nossa Constituição tem um sistema complexo de pesos e contrapesos. Por quê? Porque a história ensina que o exercício do poder pode provocar o risco de se inebriar, de perder o senso de serviço e de fazer surgir, em vez disso, o senso de domínio no exercício do poder”, afirmou, durante encontro com estudantes em Roma.   

Ao longo desta semana, os líderes da Liga, Matteo Salvini, e do M5S, Luigi Di Maio, cobraram publicamente as renúncias do vice-diretor do Banco Central da Itália, Luigi Federico Signorini, e do presidente do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), Tito Boeri.   

Ambos haviam feito críticas à lei orçamentária do governo para 2019, que prevê uma expansão do déficit fiscal para financiar mudanças no sistema de aposentadorias e a implantação da renda básica de cidadania. “Nossa Constituição permite superar dificuldades e garantir a unidade da sociedade porque criou um sistema no qual ninguém, sozinho, pode ter poder excessivo”, afirmou Mattarella, acrescentando que existem autoridades que são “independentes” dos governos.   

“Mattarella deu um vigoroso puxão de orelhas em Matteo Salvini e Luigi Di Maio”, disse a líder do partido conservador Força Itália na Câmara dos Deputados, Mariastella Gelmini. Já Salvini, ao ser questionado sobre o discurso do presidente, respondeu apenas que foram “belíssimas palavras”. (ANSA)