Geral

Presidente da Fundação Palmares defende chibatadas como pena para pichação

Crédito: Reprodução/Instagram

Presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo disse que concorda com a pena de chibatadas para pichadores. A afirmação foi realizada em resposta a um comentário de uma seguidora nas redes sociais.

“De acordo, minha amiga Ester Sanches. Chibatadas e multa, como em Singapura, seria uma solução. Pichadores não são ‘artistas’, são vândalos e marginais. Agem incentivados pela esquerda, que tudo emporcalha e destrói”, escreveu Sérgio.

Em Singapura, a lei contra o vandalismo estabelece as penas para quem “escrever, desenhar, pintar, marcar ou inscrever em qualquer propriedade pública ou privada qualquer palavra, slogan, caricatura, desenho, marca, símbolo ou outra coisa”, que podem ser encarceramento de até três anos, multa ou punição com chibatadas.

O comentário da seguidora aconteceu após Sérgio ter divulgado que está em Santana, bairro da zona norte de São Paulo, para visitar familiares. Conforme Camargo, todos os muros e fachadas do comércio estavam pichados. “Sabem o que é isso, essa porqueira? Isso é esquerdismo!”, concluiu.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua