Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

SÃO PAULO, 29 JUN (ANSA) – O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, oficializou na tarde desta quarta-feira (29) seu pedido de demissão do cargo, após ser alvo de uma série de denúncias de abuso sexual.   

Em carta entregue ao presidente Jair Bolsonaro, o executivo disse que não conseguiu se defender e enfatizou que é alvo de uma “situação cruel, injusta, desigual e que será corrigida na hora certa com a força da verdade”.   

Guimarães ressalta que não pode “prejudicar a instituição ou o governo sendo um alvo para o rancor político em um ano eleitoral”. (ANSA)