Esportes

Premier League pede ao governo britânico o retorno do público aos estádios

Os clubes da Inglaterra querem os torcedores de volta aos estádios. E este desejo foi levado, nesta quinta-feira, pelo presidente executivo da Premier League, Richard Masters, até o conhecimento do governo britânico.

A ideia inicial era que o retorno dos espectadores fosse autorizado a partir de 1º de outubro, mas com o aumento do número de casos a possibilidade foi descartada pelas autoridades do Reino Unido.

Nesta semana, vários clubes escreveram uma carta pedindo para que a decisão seja reconsiderada, apontando que a falta do dinheiro vindo das bilheterias causaria um impacto econômico enorme. Em entrevista ao jornal “The Times”, Masters afirmou que “seria justo” que o esporte fosse tratado da mesma forma que outros tipos de eventos, como shows, por exemplo, que admitem a presença de público à distância física.

“É uma boa notícia o que está sendo feito com os eventos culturais. Estamos vendo o retorno dos eventos com os espectadores e acreditamos que o futebol deva fazer o mesmo”, afirmou o dirigente, que destacou o fato de que outros esportes, como o tênis, já estão tendo a presença de público.

Antes do início da temporada, vários testes com torcedores foram realizados em amistosos, mas todos os planos foram paralisados devido ao aumento de casos de infecções no Reino Unido.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel