Mundo

Premiê da Itália se irrita ao ouvir que Covid ‘não existe’

ROMA, 22 SET (ANSA) – O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, se irritou com um cidadão que o questionou se não é o momento de abandonar o uso de máscaras contra o novo coronavírus.   

O episódio ocorreu nesta terça-feira (22), quando o premiê chegava ao Palácio Chigi, sede do governo, em Roma. “Mas você vê os números dos contágios? Você deveria lê-los…”, disse Conte.   

Em seguida, o cidadão comentou que “alguns médicos” afirmam que a “Covid não existe”. “Mas como não existe? Olhe os números, nós somos sérios, ou os mortos também não existem? Não digamos bobagens”, rebateu o primeiro-ministro.   

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

Atualmente, o governo da Itália obriga o uso de máscaras faciais em locais fechados ou em áreas abertas com risco de aglomeração.   

O país vem de nove semanas seguidas de alta nos novos casos e cinco de crescimento nos óbitos, mas está longe dos números registrados no auge da pandemia.   

Segundo o Ministério da Saúde, foram 1.392 contágios e 14 mortes nesta terça-feira (22). O maior número de novos casos em um único dia ocorreu em 21 de março, com 6.557, enquanto o pico de óbitos foi registrado em 27 do mesmo mês, com 919. (ANSA).   

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Conheça a nova Honda MSX 125 GROM

+ Novo Xiaomi Mi Box 4S por R$ 240

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar