Mundo

Premiê da Itália diz que está ‘em sintonia total’ com Biden


ROMA, 12 JUN (ANSA) – O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, se reuniu na tarde deste sábado (12) com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e afirmou que ambos estão “em sintonia total”.   

A conversa de cerca de 30 minutos ocorreu à margem da cúpula do G7, em Carbis Bay, na Cornualha. “O encontro bilateral com o presidente Biden andou muito bem”, afirmou Draghi no final da reunião.   

“Desde a formação do governo tenho sido muito claro que os dois pilares da política externa italiana são o europeísmo e o atlantismo. Com Biden concordamos em muitas questões”, acrescentou.   

De acordo com Draghi, ambos os líderes estão em sintonia em relação a temas que envolvem “mulheres, jovens, defesa dos direitos humanos, civis, sociais e proteção ambiental, que é o tema central da presidência italiana do G20”.   

Durante o encontro bilateral, o premiê também agradeceu ao presidente americano por seu compromisso com a União Europeia (UE), segundo fontes italianas.   

“O quadro político italiano muda frequentemente, mas certas coisas como a nossa aliança profunda com os EUA nunca mudam”, reforçou Draghi.   

Segundo fontes do Palazzo Chigi, Draghi e Biden não teriam falado sobre a China, assunto que está emergindo fortemente no G7.   

Já na sessão do G7 sobre a pandemia, Draghi ressaltou “a necessidade de se preparar para a próxima pandemia agora, concordando previamente com a distribuição de vacinas.   

Conforme divulgado pelo Palazzo Chigi, o líder italiano afirmou que “é necessário reformar e fortalecer a OMS”, com um papel mais forte para o FMI e o Banco Mundial.   

Canadá – Hoje, Draghi também se encontrou com o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, na primeira reunião presencial desde a posse do italiano.   

Segundo comunicado do governo canadense, os “dois discutiram a forte parceria entre a Itália e o Canadá, incluindo valores compartilhados e laços interpessoais vibrantes”.   

Além disso, falaram sobre os impactos da pandemia global causada pela Covid-19, as relações com a China e a importância de trabalhar juntos em ambientes multilaterais, em particular o G7, bem como fortalecer a resiliência econômica e promover a prosperidade global.   

“Continuaremos a trabalhar juntos para fortalecer a parceria entre o Canadá e a Itália”, disse Trudeau. (ANSA)

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Os 5 piores problemas de morar em apartamento pequeno
+ Carol Portaluppi posta foto com novo visual no dia em que o Flamengo venceu o Corinthians
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago