BARI, 15 JUN (ANSA) – A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, agradeceu neste sábado (15) aos líderes que participaram dos trabalhos do G7 pela “grande contribuição para o sucesso” da cúpula.   

Em sua declaração, a chefe de governo italiana mencionou um “agradecimento especial” ao papa Francisco, que também marcou presença no evento.   

“Quero agradecer a todos os líderes pela grande contribuição que deram para o sucesso da reunião. Agradeço também aos líderes das nações e organizações internacionais que participaram na divulgação, uma das maiores e mais importantes de sempre e que tornou esta cúpula ainda mais significativa”, disse a premiê.   

Meloni ainda destacou que Roma permaneceu no “centro do mundo” e conseguiu com sucesso surpreender durante a realização do evento.   

“Nos últimos dias, a Itália ficou no centro do mundo e os olhos dele permaneceram voltados para nós. Foi uma grande responsabilidade e estou orgulhosa de como o país conseguiu, mais uma vez, surpreender e ditar o rumo”, analisou.   

“A declaração final é um documento amplo e significativo, com muitos compromissos com os desafios globais e outros que abordam questões fundamentais para o nosso futuro”, acrescentou.   

Em um encontro com o Grupo do Banco Africano, Meloni também revelou a elaboração de um “fundo especial de multidoadores” que iniciará com um quantia estimada em US$ 130 milhões, bem como a assinatura de um acordo bilateral entre as partes.   

Ao todo, há dois novos fundos para financiar o plano Mattei anunciados à margem do G7, de acordo com uma nota conjunta de Meloni e do presidente do grupo, Akinwumi Adesina.   

“A nossa colaboração apoiará o desenvolvimento de iniciativas com os setores público e privado d! África, com mais oportunidades para as empresas italianas”, disse a política.   

(ANSA).