Geral

Prefeitura do Rio recebe primeiro lote de vacinas Coronavac enviado pelo Estado

A Prefeitura do Rio recebeu, na tarde desta terça-feira, 19, o primeiro lote com 115.920 doces da vacina Coronavac contra a covid-19, enviado pelo governo do Estado do Rio à central de distribuição de medicamentos e insumos do município, em Jacarepaguá (zona oeste). Conforme o plano de imunização, divulgado na segunda-feira, 18, pelo prefeito Eduardo Paes (DEM) e pelo secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, as primeiras pessoas vacinadas serão os profissionais de saúde que atendem pacientes com coronavírus.

A farmacêutica Yasmin Oliveira, responsável técnica pela operação de logística da central de distribuição, não escondeu a emoção ao ver a chegada das vacinas: “Fazer parte desse momento histórico de recebimento da vacina é incrível e emocionante. Nosso papel é receber, conferir e distribuir essa vacina dentro de todos os padrões de qualidade, de boas práticas de transporte e armazenagem”, afirmou a profissional. “A imunização é extremamente importante, é uma esperança. Mas a gente precisa continuar se protegendo, continuar com as medidas que vem tomando, para que em breve, num futuro próximo, consigamos retornar para as nossas rotinas normalmente.”

Ainda nesta terça-feira, a Secretaria Municipal de Saúde planejava começar a vacinar os profissionais do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari (zona norte).

A unidade é a principal referência da rede municipal para o tratamento da covid-19, com 380 leitos, e conta com mais de mil funcionários da área assistencial, fora o pessoal de apoio, como maqueiros, administrativos e faxineiros.

A técnica de enfermagem Dulcinéia da Silva Lopes, de 59 anos, que foi primeira pessoa a tomar a vacina no Rio, na segunda-feira, 18, aos pés do Cristo Redentor, trabalha na unidade.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Também serão priorizados neste primeiro momento idosos e pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência, além dos trabalhadores desses estabelecimentos.

As demais fases da vacinação, voltadas a outros grupos prioritários definidos pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, serão realizadas conforme novas remessas de vacina forem recebidas pelo município.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago