Geral

Prefeitura do Rio mantém desfiles de blocos na parte da tarde

A Prefeitura do Rio de Janeiro resolveu manter os desfiles dos blocos Simpatia é Quase Amor e Banda de Ipanema no horário da tarde, na zona sul do Rio. O anúncio foi feito, hoje (27), pelo secretário de Envelhecimento Saudável, Qualidade de Vida e Eventos, Felipe Michel.

O prefeito Marcelo Crivella tinha anunciado, na sexta-feira (17), a mudança do horário tradicional dos desfiles para a parte da manhã, o que desagradou os organizadores dos blocos. A prefeitura voltou atrás depois de ouvir avaliações da Polícia Militar, do Metrô, de moradores e de comerciantes do bairro.

Segundo o secretário, foram recebidas 350 ligações telefônicas na pesquisa realizada no fim de semana, sendo que 95% dos comerciantes e 65% dos moradores de Ipanema se manifestaram favoráveis à permanência dos desfiles no horário da tarde como de costume.

“A partir do momento que a Polícia Militar se posicionou, por questões de segurança, para manter na parte da tarde, o morador que era favorável a fazer na parte da manhã, mudou a sua posição”, disse.

Michel disse que depois das avaliações e do resultado das pesquisas levou o assunto ao prefeito e a decisão da manutenção foi tomada nesta segunda-feira (27). “Uma das missões que o prefeito me deu foi ajustar a integração com o governo do estado e conversando com o secretário da Polícia Militar, o coronel Figueredo [Rogério Figueredo de Lacerda] me direcionou contrário a essa mudança para a parte da manhã”, disse, acrescentando que a Polícia Militar não teria efetivo suficiente para atender todas as demandas de desfiles no horário da manhã incluindo os megablocos no centro da cidade.

“Zelando em primeiro lugar pela segurança não só do folião, mas da população de Ipanema e adjacências, e também direcionado por um pedido dos moradores. Na enquete pesquisa que fizemos 95% dos comerciantes de Ipanema eram contrários a mudança. Em meu nome e em nome do prefeito o que posso falar é que o horário vai ser mantido, direcionado pela Polícia Militar, pelo Metrô por essa integração de todos os órgãos da Prefeitura e do governo do estado e também pela população”, disse.

O secretário mandou um recado à população. “O que a gente pede é que a população possa respeitar o direito do outro. Lixo é no lixo, sem desordem, sem vandalismo para que cada vez mais a imagem do Rio de Janeiro possa ser valorizada e que todos tenham um carnaval de alegria, de paz, segurança e muito respeito”.

A segurança dos desfiles vai contar ainda com a Guarda Municipal.

O Simpatia é Quase Amor vai desfilar nos dias 15 e 23 de fevereiro, às 16h, e a Banda de Ipanema nos dias 8, 22 e 25 de fevereiro, às 17h.

Idosos

O secretário anunciou hoje também a assinatura do decreto do prefeito para a empregabilidade de idosos no carnaval. A Prefeitura já desenvolve na secretaria projetos para empregar pessoas acima de 60 anos, mas agora vai ter um específico para o período de verão, incluindo o carnaval.

“Firmamos hoje uma parceria com os produtores de eventos de verão e dos camarotes do Sambódromo para colocarmos as nossas pessoas idosas para trabalharem no nosso carnaval. É mais uma parceria da prefeitura com a iniciativa privada”, disse.

Michel disse que serão empregadas de 350 a 400 pessoas, já cadastradas no banco de dados do Programa Empregabilidade da secretaria. Toda empresa que participar terá um selo de amiga da pessoa idosa. “São pessoas que estão desempregadas, à procura de emprego, e fazem parte do nosso cadastro”, disse, acrescentando que a cada idoso receberá a diária entre R$ 100 e R$150.