Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), confirmou a formalização do acordo entre o município e o governo federal em torno do Campo de Marte. Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL) no Palácio do Planalto, as duas partes concordaram com a concessão definitiva da área à União, incluindo o aeroporto, em troca do cancelamento de uma dívida paulistana de R$ 25 bilhões.

“Eu propus ao presidente que nós trocássemos esse litígio de 64 anos pela dívida do município. Campo de Marte fica definitivamente para o governo federal e a dívida do município de São Paulo com o governo, de R$ 25 bilhões, fica anulada. A Prefeitura de São Paulo passa a não dever nada para o governo federal”, disse Nunes a jornalistas na saída do Planalto. O encontro não constava da agenda oficial de Bolsonaro.

De acordo com Nunes, São Paulo pagava R$ 250 milhões por mês de parcela da dívida. O dinheiro, agora, será investido na cidade, promete o prefeito, que negou ter tratado de eleições no encontro com o presidente. “É uma data histórica”.