Notícia

Prédio de sete andares cai em Nairóbi soterrando várias pessoas

Os socorristas resgataram 44 pessoas com vida dos escombros de um prédio residencial de sete andares que caiu na noite desta sexta-feira, em Nairóbi, em meio a fortes chuvas, anunciou a Cruz Vermelha queniana.

“Não sabemos quantas pessoas estão sob os escombros, mas tememos que sejam várias”, declarou à AFP Arnolda Shiundu, porta-voz da Cruz Vermelha queniana. “A busca prossegue. Um guindaste e várias ambulâncias estão no local”.

A porta-voz considerou que “ainda é cedo para se falar em mortos”. A imprensa local fala em três óbitos.

Shiundu revelou que o prédio de sete andares desabou às 21H30 (15H30 Brasília) no bairro popular de Huruma, no nordeste de Nairóbi, cidade atingida por fortes chuvas.

“Até o momento, 44 pessoas foram retiradas com vida dos escombros”, disse a porta-voz, sem precisar o número de feridos. “Nossas equipes estão no local em meio ao caos total”.

Em outra declaração, Shiundu havia citado 15 feridos, “que foram hospitalizados”.

A imprensa local informou que o prédio se encontrava próximo a um curso d’água.

Em outra parte de Nairóbi, um muro caiu nesta sexta-feira matando ao menos três pessoas, segundo a imprensa local.

ndy/lr

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel