Agronegócio

Preços do frango no atacado da Grande SP sobem 4,8% em fevereiro, diz Cepea

São Paulo, 27 – Os preços do frango vivo voltaram a subir em fevereiro após três meses seguidos de queda, informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Entre 31 de janeiro e 26 de fevereiro, a alta do animal vivo negociado no atacado da Grande São Paulo é de quase 5%. Conforme o centro de estudos, no mesmo período, os principais insumos da atividade, milho e farelo de soja, também registraram valorização, ainda que menos intensa.

“Esse cenário elevou o poder de compra de avicultores paulistas ao longo deste mês. Na quarta-feira (26), o avicultor de São Paulo pôde comprar 3,76 quilos de milho com a venda de um quilo de frango, 1,4% a mais frente ao registrado no dia 31 de janeiro”, disse o Cepea. “Em relação ao farelo de soja, a venda de um quilo de frango possibilitou a compra de 2,34 quilos do derivado da soja, 2,2% a mais que no encerramento de janeiro.”

O Cepea diz que a alta reflete o repasse do custo dos insumos ao preço da carne de frango. No acumulado parcial de fevereiro, o preço do frango vivo negociado no atacado da Grande São Paulo avançou 4,8%, com a média a R$ 3,27/kg nessa quarta. “Quanto ao milho, a demanda segue ativa, enquanto vendedores do cereal estão retraídos… Segundo levantamento da Equipe Grãos/Cepea, a saca de 60 kg do cereal foi cotada a R$ 52,15 nesta quarta-feira no mercado de lotes de Campinas (SP), alta de 3,3% em fevereiro.”

Para o farelo de soja, “o alto patamar do dólar eleva a paridade de exportação e sustenta os preços do derivado no mercado doméstico. Também em Campinas, a tonelada do farelo foi negociada a R$ 1.392,66 no dia 26, com avanço de 2,5% na parcial deste mês.”

Em relação aos cortes, o Cepea informa que de 19 a 26 de fevereiro na Grande São Paulo a maioria deles registrou fraca oscilação de preços. “As exceções foram os filés de peito congelado e resfriado, que se valorizaram respectivamente 1,6% e 2,2%, a R$ 7,76/kg e a R$ 7,94/kg na quarta-feira. Para o frango inteiro, também na capital paulista, não houve alteração de preço, se mantendo em R$ 4,49/kg. Já o valor do produto resfriado apresentou leve queda de 0,4%, indo para R$ 4,51/kg.Já em Toledo (PR), os preços do frango inteiro caíram, 3,4% no caso do congelado e 4,2% no do resfriado, passando para, nesta ordem, R$ 5,20/kg e R$ 5,09/kg.”