Economia

Preço médio dos imóveis residenciais recua 0,06% em agosto, aponta Fipezap

O preço médio dos imóveis residenciais teve uma queda de 0,06% na passagem de julho para agosto, segundo pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) feita com base nos anúncios de 20 cidades no site Zap. O levantamento mostra também que os preços caíram 0,29% no acumulado do ano e recuaram 0,32% nos últimos 12 meses.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O comportamento dos preços no mês foi bem diferente nas localidades cobertas pela pesquisa, sugerindo que o mercado imobiliário já mostra recuperação em algumas regiões, mas permanece em baixa em outras.

Em agosto, apenas nove das 20 cidades tiveram alta nos preços, como foram os casos de Goiânia (0,30%), Salvador (0,26%), Recife (0,15%) e Belo Horizonte (0,10%). Já em 11 das 20 regiões foi registrada baixa nos preços, como foram os casos de São Paulo (-0,01%), Rio de Janeiro (-0,19%), Curitiba (-0,20%), Porto Alegre (-0,40%) e Florianópolis (-0,49%).

Com os resultados de agosto, o valor médio do metro quadrado dos imóveis residenciais foi a R$ 7.529. O Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o preço mais alto do País (R$ 9.494), seguida por São Paulo (R$ 8.796) e Distrito Federal (R$ 7.788)

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea