Mundo

Pousa em Israel primeiro voo comercial direto dos Emirados

Pousa em Israel primeiro voo comercial direto dos Emirados

Avião da Flydubai permanece estacionado nas pistas do aeroporto internacional de Dubai, em 6 de abril de 2020 - AFP/Arquivos

O primeiro voo comercial direto entre os Emirados Árabes Unidos e Israel, operado pela companhia aérea de baixo custo Flydubai, pousou nesta quinta-feira em Tel Aviv saindo de Dubai, dois meses após a normalização das relações entre os dois países patrocinada pelos Estados Unidos.

O avião, que decolou pela manhã do Aeroporto Internacional de Dubai, chegou pouco antes do meio-dia desta quinta-feira ao Aeroporto Internacional Ben Gurion de Tel Aviv, sob o olhar satisfeito do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

“É a realização de um sonho”, declarou Netanyahu, afirmando que os cidadãos israelenses e emirados logo poderão viajar de um país para outro “sem visto”.

O presidente dos Emirados Árabes Unidos, o xeque Khalifa bin Zayed Al Nahayan, declarou nesta quinta-feira em Abu Dhabi que o acordo com Israel atende às “aspirações dos povos de prosperidade e progresso”.

Em setembro, os Emirados Árabes Unidos assinaram um acordo, negociado pelos Estados Unidos, para normalizar suas relações com Israel, o primeiro do gênero em um país do Golfo Árabe.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Os Emirados Árabes Unidos se tornaram o terceiro país árabe a normalizar suas relações com Israel, depois do Egito em 1979 e da Jordânia em 1994, sendo rapidamente seguido pelo Bahrein.

Em outubro, um acordo entre Israel e Sudão também foi anunciado. E Netanyahu viajou para a Arábia Saudita neste domingo, segundo fontes israelenses, para discutir uma possível normalização com o peso pesado na região.

– Frutos econômicos –

A Flydubai anunciou no início do mês que realizaria “14 voos por semana e um serviço duplo diário entre o Aeroporto Internacional de Dubai e o Aeroporto Ben Gurion de Tel Aviv”.

“O princípio dos voos regulares contribuirá para o desenvolvimento econômico e criará novas oportunidades de investimento”, disse o CEO da Flydubai, Ghaith al-Ghaith.

As companhias aéreas israelenses El Al e Israir iniciarão voos comerciais entre as duas cidades no próximo mês. A Etihad Airways, com sede em Abu Dhabi, capital dos Emirados, havia anunciado o início de seus voos para Tel Aviv para março de 2021.

Com suas economias bastante atingidas pela crise de saúde, os Emirados e Israel esperam que esse acordo de normalização dê frutos rapidamente. Eles já assinaram acordos sobre conexões aéreas e isenção de vistos, bem como pactos de proteção de investimentos e cooperação nos setores de ciência e tecnologia.

Os países do Golfo têm-se aproximado gradualmente de Israel nos últimos anos, em especial aqueles que também mostram animosidade em relação ao Irã.

A oficialização dessa reaproximação por parte dos Emirados e do Bahrein quebra um antigo consenso árabe que condicionava as relações com Israel a uma solução prévia para o conflito com os palestinos e à retirada de Israel de todos os territórios árabes que ocupou desde 1967.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel