Brasil

Porteiro que aparece em áudio não é o mesmo que diz ter falado com “seu Jair”, diz jornal

Crédito: José Dias/PR

A Polícia Civil do Rio de Janeiro possui novidades nas investigações sobre a portaria do condomínio Vivendas da Barra, onde o presidente Jair Bolsonaro morava e onde Carlos, um de seus filhos, vive.

De acordo com o jornal O Globo, a Polícia Civil afirma que o porteiro que prestou depoimento e anotou no livro o número 58 – o mesmo que Bolsonaro morou -, não é o mesmo que fala com Ronnie Lessa – acusado de matar a vereadora Marielle Franco – no áudio divulgado por Carlos Bolsonaro e examinado pelo Ministério Público em apenas duas horas.

O porteiro que prestou depoimentos em outubro, e disse ter ouvido a permissão do “seu Jair” quando Élcio Queiroz quis entrar no condomínio, ainda está de férias.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica