Brasil

Por MP dos Ministérios, governo revoga medida que autoriza NAV Brasil

O governo revogou a Medida Provisória 866, de 20 de dezembro de 2018, que autorizou a criação da empresa pública NAV Brasil Serviços de Navegação Aérea. A decisão veio também na forma de MP, de número 883/2019, e foi publicada nesta quarta-feira, 22, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Ma terça-feira, 21, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), disse que o governo vinha trabalhando com a possibilidade de ter que revogar a MP 866, caso ela atrapalhasse a votação de uma outra MP, a 870, que organizou os ministérios da gestão de Jair Bolsonaro.

A deputada explicou que os governistas iriam “sentir a temperatura” do plenário e, se avaliassem que a discussão sobre a NAV iria se estender, acionariam o governo para que o mesmo revogasse a medida.

“A prioridade número 1 do governo neste momento é aprovar a MP 870 e temos que votá-la aqui até amanhã (quarta-feira)”, disse na véspera a líder do governo. A previsão é de que o plenário da Câmara comece a votar a MP dos Ministérios nesta quarta. Se for aprovada, seguirá para análise do Senado. A medida tem vigência até dia 3 de junho.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Fundador da Ricardo Eletro e filha são presos em operação contra sonegação
+ Fotos íntimas de apresentadora italiana são vazadas em aplicativos de mensagens no Brasil
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Conheça os quatro tipos de carros híbridos e suas diferenças
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior