Geral

Por funcionamento irregular, 75 bares e restaurantes são interditados em SP

Na cidade de São Paulo, 75 bares e restaurantes foram interditados no último final de semana por excederem o horário permitido para funcionamento, até 22 horas, em meio à pandemia de covid-19 ou disponibilizarem mesas nas calçadas, de acordo com a Prefeitura.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Por meio da Secretaria Municipal da Subprefeituras, foram 26 estabelecimentos fechados na sexta-feira, 7, 32 no sábado, 8, e 17 no domingo, 9. A ação, que teve apoio da Guarda Civil Metropolitana e da Polícia Militar, não fiscaliza aglomerações nas calçadas.

Pelo Plano São Paulo, regiões na fase amarela por duas semanas puderam reabrir esses estabelecimentos desde a última quinta-feira, 6, até 22h. Nessa fase da retomada, os estabelecimentos podem atender, no máximo, com 40% da sua capacidade e os clientes devem estar sentados. Os locais só podem funcionar por seis horas, mas podem escolher o horário de funcionamento.

No primeiro sábado da nova regra, o Estadão registrou aglomerações nos bares da Vila Madalena, com maiores concentrações em frente aos telões que exibiam a final do Campeonato Paulista. Embora seja obrigatória em locais públicos, a máscara não foi utilizada pela maioria dos frequentadores dos bares.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 10, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, criticou quem não segue as regras. “O Plano São Paulo é um pacto com a sociedade que diz ‘vocês ficam em casa, enquanto nós arrumamos os hospitais’. Nós assim o fizemos. É claro que temos uma vigilância, mas ela não tem como cobrir tudo. A culpa não é dos empresários que estão fazendo tudo de forma correta, isso está ocorrendo fora, pela população, que precisa manter essa garantia de pacto”, afirmou o secretário.

De acordo com ele, caso não haja respeito às regras de distanciamento e isolamento sociais, “muitas regiões serão afetadas e poderão involuir”.

Segundo a Prefeitura, desde o começo da fiscalização na pandemia, 960 comércios foram interditados por descumprirem regras, sendo 559 destes bares, restaurantes, lanchonetes e cafeterias. O valor da multa é de R$ 9.231,65 a cada 250m².

Veja também

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ A Fazenda 2020: Peões ficarão 24 horas sem água encanada devido a punição por drink de álcool em gel

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea