Esportes

Por disputa interna ‘mais viva’, Barroca só revelará time do Botafogo no domingo

Depois da derrota para o Corinthians na última rodada, o técnico Eduardo Barroca encontrou uma forma de motivar os jogadores do Botafogo. Ao contrário do que costuma fazer, o treinador não revelou a escalação titular da equipe para o duelo com a Chapecoense, segunda-feira, às 20 horas, no Engenhão.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o comandante apresentou seus motivos para o mistério. “Além da questão física, tenho de deixar a competição entre os jogadores mais viva. Temos dois treinos, está distante do jogo. Se hoje confirmo a escalação, bloqueio um dos pontos da minha escolha, que é o da competitividade”, afirmou.

Ao mesmo tempo, Barroca deixou escapar que poderá ter o retorno do zagueiro Carli e do meio-campista Alex Santana. “Ainda aguardo. Nesta sexta foi o primeiro treino completo do Alex. Vou esperar o pós-treino, ainda não tive acesso aos números, mas entendo que existe possibilidade de os dois atuarem com eles treinando até segunda-feira.”

O fato de a Chapecoense estar na zona de rebaixamento e com novo técnico em trabalho recente tornam a partida, segundo Barroca, ainda mais complicada. “A gente vem de resultado negativo, naturalmente nossa cobrança interna é fazer o resultado. É muito difícil, o adversário, mesmo em situação complicada, vem de vitória, num momento de transição de treinador. Vamos tentar fazer um bom jogo, se preparar bem. Fazendo grande partida, ficamos mais perto da vitória”, projetou.

PARCERIA – Em seu site oficial, o Botafogo publicou nesta sexta-feira uma atualização referente ao projeto do novo modelo de gestão do futebol. O clube reafirmou que o plano apresentado pela Ernst & Young – encomendado pelos irmãos Moreira Salles – é de separar o departamento das demais áreas e criar uma SPE S/A a ser capitalizada e gerida por investidores profissionais. Por meio de nota, o clube destacou que “este modelo de negócio busca o equilíbrio financeiro do Botafogo e o resgate de sua maior competitividade no cenário esportivo nacional”.