Mundo

Por Covid, celebrações do Papa voltarão a ser sem público

CIDADE DO VATICANO, 29 OUT (ANSA) – O Vaticano informou que, a partir do dia 4 de novembro, as audiências e celebrações do papa Francisco voltarão a ser transmitidas por streaming e sem a presença de fiéis. A medida foi tomada após a confirmação de um caso positivo de coronavírus Sars-CoV-2 entre os participantes de uma das celebrações da última semana. Com isso, todos os compromissos públicos serão realizados na Biblioteca do Palazzo Apostolico, assim como ocorreu entre março e setembro.   

“Isso, também com a notificação de um caso positivo de Covid-19 durante a audiência geral da quarta-feira, 21 de outubro, tem o objetivo de evitar qualquer eventual futuro risco para a saúde dos participantes”, informou em nota a sala de imprensa vaticana.   

Nas últimas audiências gerais, o Pontífice já estava evitando se aproximar dos fiéis para não causar aglomerações. Segundo o líder católico, mesmo com a disposição das cadeiras com distanciamento social, os participantes acabavam se aglomerando quando ele se aproximava.   

Além disso, o Vaticano – assim como ocorre na Itália – vem registrando uma alta de casos da doença, incluindo 13 agentes de elite da Guarda Suíça. (ANSA).   

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel