Esportes

Por condições ruins do mar, organização adia disputa no Havaí


No quinto dia da janela de disputa, a organização da etapa de Pipeline do Circuito Mundial de Surfe optou nesta terça-feira por cancelar as baterias do dia por causa das condições ruins do mar em Pipeline, no Havaí. A expectativa era de boas ondas, segundo as previsões, mas isso não se confirmou e a direção optou por adiar a competição, a última do calendário do Circuito Mundial.

“Não vamos ter competição hoje. As ondas diminuíram de tamanho, para três a cinco pés, e o vento maral atrapalha. As condições estão muito ruins, cancelamos as baterias e amanhã [quarta] teremos uma nova chamada logo cedo aqui no Havaí”, explicou o brasileiro Renato Hickel, diretor da WSL, a Liga Mundial de Surfe, que organiza o Circuito.

Até agora só houve um dia de disputa, na segunda-feira, sem contar a triagem, que ocorreu em outro dia inteiro de competição. Foram realizadas nove baterias da primeira fase e ainda faltam três baterias para encerrar esta fase e começar a repescagem, onde Gabriel Medina e Julian Wilson vão decidir se continuam na briga pelo título mundial.

Veja também
+ Joice Hasselmann aparece com fraturas e diz acreditar ter sido vítima de ‘atentado’
+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago